82º Jogos Abertos do Interior de São Carlos tiveram números grandiosos

A grande movimentação atípica de pessoas em São Carlos, no período de 14 a 24 de novembro, trazia nos bastidores um grande evento. Grande é pouco, na verdade um mega-evento esportivo, o maior em número de participantes das Américas. Exagero, ufanismo? Os números falam por si.

Neste período, a cidade de 250 mil habitantes teve um incremento de mais de 20 mil ‘moradores temporários’, pois sediou a 82ª edição dos Jogos Abertos do Interior “Horário Baby Barioni”. O número de atletas inscritos nas 30 modalidades em disputa (27 oficiais e 3 de exibição, a maioria delas disputadas em 2 divisões tanto no masculino como no feminino, e ainda com o atletismo e a natação tendo competições para ACD – atletas com deficiência) chegou a cerca de 15.400. Como comparação, se somarmos os atletas que estiveram nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 (aproximadamente 11.300), ainda precisaríamos somar os presentes ao Pan do Rio 2007 (mais de 5.600) para ultrapassar o número de competidores que deram o seu melhor por 40 praças esportivas em São Carlos. Contando o número de membros das comissões técnicas e pessoal de apoio das 217 delegações presentes (a maior foi a de São José dos Campos, com 598 integrantes e campeã geral dos Jogos), os visitantes foram mais de 20 mil. A delegação de São Carlos, a cidade-sede, reuniu quase 400 pessoas (obtendo a 9ª colocação, ficando no Top Ten e melhorando em 10 posições o desempenho da edição 2017).

Outras 69 escolas públicas, entre municipais e estaduais, alojaram as delegações. O maior espaço foi, porém, o Pavilhão da São Carlos Exposhow, que abrigou 2.800 atletas de 70 cidades. Lá, foi montada um restaurante industrial com capacidade de servir 600 refeições por almoço/janta, incluindo o café da manhã e lanche da tarde. Outros dois alojamentos coletivos foram montados, na Casa de Nazaré e na Paróquia de Santa Rita.

Os mais de 15 mil atletas da ‘Olimpíada Caipira’, como são conhecidos os Jogos Abertos do Interior, foram divididos em 1.828 equipes que disputaram mais de 950 jogos apenas nos esportes coletivos nos períodos da manhã, tarde e noite. As disputas foram dirigidas por mais der 560 árbitros.

As cidades vizinhas de Ibaté (12 km) e Descalvado (38 km) também alojaram atletas dos Jogos Abertos e tiveram jogos disputados em suas praças esportivas. A economia de São Carlos recebeu, segundo a Associação Comercial e Industrial do município (ACISC), uma injeção de R$ 8 milhões. O Governo do Estado de São Paulo investiu R$ 1,2 milhão para a cidade receber a competição que não sediava desde 1957. A primeira vez que abrigou os Jogos Abertos foi em 1940.

COMUNICAÇÃO NOS JOGOS – Uma das novidades desta edição dos Jogos Abertos em São Carlos foi a transmissão ao vivo, via Facebook da Prefeitura Municipal e também pela TVE São Carlos, num total de 25 horas de transmissões durante os 11 dias de disputas.

A equipe de comunicação oficial dos Jogos produziu mais de 10 mil fotos, 100 vídeos (incluindo imagens aéreas com drones) e divulgou mais de 100 releases com informações variadas sobre as competições, serviços e infra-estrutura. O site oficial foi acessado por mais de 23.700 usuários distintos de 33 países, com mais de 226.000 páginas visualizadas. As publicações nas redes sociais da Prefeitura de São Carlos (Facebook e Instagram) geraram mais de 913.000 visualizações, com alcance de aproximadamente 330.000 internautas.

Todos os dias mais de 1.100 jornalistas de todo o país receberam informações entre releases, fotos e vídeos, que geraram mais de 840 notícias diretas sobre os jogos (rastreadas por clipagem pela internet), além de 4.000 indiretas. O programa Globo Esporte, da TV Globo, realizou cobertura diária do evento através da afiliada EPTV Central, com página especial online dedicada aos Jogos Abertos de São Carlos.

SUCESSO COM POUCO TEMPO PARA SE PREPARAR – Enquanto Marília, cidade com o mesmo porte, foi escolhida para sediar os Jogos Abertos em 2019 e terá um ano para se preparar, São Carlos teve pouco mais de 3 meses, pois a decisão foi confirmada após a cidade sediar os Jogos Regionais em julho passado, com a desistência de Rio Claro. Mesmo com pouco tempo, toda a infra-estrutura necessária foi providenciada pela Administração Municipal em parceria com o Governo do Estado, e a competição transcorreu sem problemas, incluindo nenhum incidente relevante na área de saúde, os quais costumam ocorrer em qualquer competição desportiva.

This is done by working in consideration of https://justdomyhomework.com/ the desired audience.